Bateu-se o Martelo!

agosto 31, 2016 por · Deixar uma resposta 

O povo brasileiro tem passado por uma discussão política histórica. Dilma Rousseff marcou o país por ser a primeira Presidente da República e agora foi afastada definitivamente do cargo. É OFICIAL,

dilma2

Presidente afastada perdeu mandato por 61 votos favoráveis e 20 contrários.
Senadores rejeitaram pena de inabilitação da petista para funções públicas.

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (31), por 61 votos favoráveis e 20 contrários, o impeachment de Dilma Rousseff. A presidente afastada foi condenada sob a acusação de ter cometido crimes de responsabilidade fiscal – as chamadas “pedaladas fiscais” no Plano Safra e os decretos que geraram gastos sem autorização do Congresso Nacional, mas não foi punida com a inabilitação para funções públicas. Com isso, ela poderá se candidatar para cargos eletivos e também exercer outras funções na administração pública.

Com a aprovação do impeachment pelo Senado nesta quarta-feira (31), a agora ex-presidente da República Dilma Rousseff terá direito, segundo o Decreto 6.381/2008, a oito servidores de sua livre escolha para os seguintes serviços: segurança e apoio pessoal (quatro), assessoria (dois), e motorista (dois). Dois carros oficiais também serão disponibilizados para ela.

O Decreto 6.381 estabelece que os funcionários que vão trabalhar com Dilma são de livre escolha dela e serão nomeados em cargos comissionados vinculados à Casa Civil.

A remuneração desses servidores também está prevista no decreto. Dois ocuparão cargos de Direção e Assessoramento Superior (DAS) nível 5 (remuneração mensal de R$ 11.235,00); dois, nível 4 (R$ 8.554,70); dois, nível 2 (R$ 2.837,53); e outros dois, nível 1 (R$ 2.227,85).

O decreto que dispõe sobre os direitos não prevê salário para o ex-presidente da República ou prazo para desocupação do Palácio da Alvorada, residência oficial.

Dica de Saúde: Ômega 3

agosto 30, 2016 por · Deixar uma resposta 

Omega-3O ômega 3 é essencial à saúde humana, mas como não é produzido pelo organismo, precisa ser ingerido através da alimentação e suplementação. É formado por ácido alfa-linolênico, ácidos eicosapentaenóico (EPA) e ácido docosahexaenóico (DHA). O EPA e o DHA são indicados para quem visa o ganho de massa muscular e redução de gorduras. O Ômega 3 MLife auxilia na memória, em processos de aprendizagem, cognição e visão. Também auxilia na beleza, pois mantém a hidratação, proteção e saúde da pele.
Cápsulas softgel. Garantem melhor e mais rápida absorção pelo organismo, além de serem fáceis de engolir.

Benefícios do Ômega 3: 

-Fortalece o sistema imunológico;
-Melhora a saúde cardiovascular;
-Bem-estar neurológico;
-Melhora nas articulações;
-Saúde ocular;
-Controle de peso.

Indicado para:

Quem visa o ganho de massa muscular e redução de gorduras.

Sugestões de uso*:

Ingerir 2 cápsulas 3 vezes ao dia preferencialmente antes das principais refeições.

Conservação/Recomendação:

Usar sob orientação de nutricionista e/ou médico.
Gestantes, nutrizes e crianças até 3 (três) anos, somente devem consumir esse produto sob orientação de nutricionista ou médico.
Pessoas hipersensíveis a peixe e produtos de pesca devem evitar o consumo deste produto.
Cuidados de Conservação
Manter em local seco e longe de fonte de calor.

 

*Para maiores esclarecimentos, consulte seu nutricionista de confiança!
Veja locais seguros para comprar!

 

Antes Tarde do que Nunca, né !?

agosto 30, 2016 por · Deixar uma resposta 

Essa semana nossa querida Salto de Pirapora têm passado por algumas reformas e reparos nas ruas dos bairros e nas avenidas principais. Afinal, estava mais do que na hora de isso acontecer, pois influencia na segurança dos pedestres e dos próprios motoristas e motociclistas, uma vez que eles têm de mudar de faixas para passar em determinados locais, entrando na contra-mão ou até mesmo, nos mais raros casos, tendo que quebrar leis de trânsito para evitar os buracos.

Para quem pega ônibus todos os dias para ir à Sorocaba no “Ponto do Escadão”, situado às margens da rodovia João Lemes dos Santos, sabe como estava difícil e perigoso para atravessar a avenida (Especialmente para quem vem dos bairros Paulistano, América, Bandeira e Cachoeira).

IMG_1975Com a Avenida duplicada, sem lombada ou qualquer motivo para os motoristas reduzirem a velocidade (A não ser sua própria consciência), muitas pessoas estavam com medo de atravessar ali, especialmente mães que levam seus filhos para a creche que fica do outro lado da Rodovia no Jardim Paulistano.

Mas hoje, exatamente no dia 30 de Agosto de 2016, nossa cidade foi munida de mais um item para a segurança dos saltopiraporenses. É com prazer que recebemos nossa tão esperada PASSARELA para os pedestres atravessarem sem ter a preocupação se dará tempo de passar antes do carro chegar. Em torno de 11 da manhã dessa Terça-Feira a Passarela foi montada e aguardamos agora apenas a liberação para que possa estar facilitando a vida dos pedestres de nossa cidade.

 

 

*Creditos da imagem e artigo: Vitor Moreira

Cuidados com Nossos Amiguinhos

agosto 26, 2016 por · Deixar uma resposta 

Quem tem um animal de estimação em casa sabe como eles são amorosos e nos fazem muito bem não é mesmo? Dentre os muitos animais de estimação, os mais comuns e adoráveis são os cãezinhos.

Nossos amiguinhos, assim como nós, precisam de cuidados com a saúde e prevenção de possíveis problemas que podem ser evitados. No Programa Tem Notícias, exibido no dia 26/08/2016 no horário de almoço foi exibido uma reportagem sobre um motivo que faz com que nossos cachorrinhos tenham convulsões e como podemos prevenir.

Alguns donos nem imaginam, mas os cães também podem apresentar crises de convulsão, uma complicação relativamente comum no mundo veterinário. Muito associada às doenças no cérebro, essas crises, na verdade, são manifestações clínicas de excessivas descargas elétricas que causam contrações musculares involuntárias, podendo resultar na paralisação parcial ou generalizada nos músculos do animal.

Pink começou a ter crises (Foto: Divulgação)Problemas de saúde levaram Pink a ter crises
(Foto: Arquivo pessoal)

O médico veterinário Murilo Kleist, de Sorocaba (SP), explica que a diferença entre elas é baseada no estado de consciência do cão. O diagnóstico pode ser observado pelo comportamento, sendo que as convulsões parciais apresentam sinais motores como alterações nos movimentos; enquanto nas convulsões generalizadas, o animal fica inconsciente.

Algumas raças têm maior predisposição para as crises, principalmente por existir certa hereditariedade na doença, como o Beagle, Setter Irlandês, Yorkshire, Maltes e Lhasa Apso. Outras raças, como Boxer e Golden Retriever, também possuem predisposição ao desenvolvimento de tumor cerebral.

“As convulsões generalizadas são mais comuns no ambiente doméstico e podem apresentar sinais prévios, tais como o excesso de urina, defecação, choro ou gritos do animal”, explica Murilo.

O veterinário explica que a primeira parte da convulsão generalizada é a fase tônica, na qual há um aumento do tônus muscular, extensão rígida dos membros e queda do animal. “É importante que o dono observe a respiração, pois nessa fase pode ocorrer apneia”, adverte Murilo.

Já as convulsões generalizadas crônicas incluem movimentos fortes e “sacudidos” dos músculos das extremidades, mandíbulas e pescoço, podendo causar perda de visão transitória, ereção da pelagem, desorientação e alteração de personalidade. “Em casos mais graves, a crise pode durar até três minutos, forçando a internação do paciente em coma induzido para sessões de terapia intensiva”, completa o veterinário.

O atendimento de convulsão é uma medida rotineira em clínicas de pequenos animais. Murilo conta o caso de Pink, um Pinscher de 12 anos que apresentava um problema cardíaco e uma hepatopatia leve – um problema no fígado. Em decorrência dessas alterações, Pink começou a apresentar quadros constantes de convulsão. Porém, diz Murilo, com o atendimento correto e as prevenções necessárias, ele apresenta estabilidade e ausência de crises.

Médico veterinário Murilo Kleist (Foto: Arquivo pessoal)Murilo Kleist afirma que convulsões generalizadas
são mais comuns  (Foto: Arquivo pessoal)

O que fazer durante uma crise?
Algumas medidas podem ser tomadas para que o ataque de convulsão cause o mínimo possível de consequências clínicas em seu animalzinho.

De acordo com o veterinário, em situações assim os donos devem manter o animal deitado de lado, preferencialmente em um ambiente acolchoado, evitando beiradas e locais altos. Além disso, nunca deve-se colocar a mão ou objetos dentro da boca do pet, pois existe o risco de acontecerem graves acidentes para ambos. Tente protegê-lo ao máximo durante todo o episódio.

“Caso seja possível, deixe-o em local confortável e de pouca luz, tendo paciência até que retorne ao estado normal, pois em muitos casos, o animal tende a ficar bastante confuso, podendo não reconhecer os donos.  Em seguida, leve o mais rápido possível para atendimento médico veterinário”, recomenda Murilo.

Existem várias causas para a convulsão. Segundo o veterinário, a mais comum é a epilepsia, cujo diagnóstico só pode ser feito mediante análise e exclusão de outras hipóteses, através da realização de exames. Outras causas comuns são: ingestão de tóxicos, doenças infecciosas, tumores, doenças metabólicas (hepáticas, cardíacas, hipocalcemia, hipoglicemia, etc.) e traumas.

Os cachorros possuem a audição muito apurada, portanto rojões e outros sustos também causam crises. O veterinário acrescenta que esse tipo de estresse também pode resultar em outros traumas como ataques aos donos, fugas, ferimentos e quedas.

Tratamento
A convulsão é sempre uma manifestação clínica, e por trás dessa manifestação existe uma causa que precisa ser investigada, muitas vezes através de exames laboratórios e também de imagens para se chegar a um possível diagnóstico e instruir um tratamento mais adequado.

“Em muitos casos, são indicados medicamentos de uso contínuo, que dificultam o disparo de neurônios, tornando mais difícil a ocorrência de uma crise. Em casos de tratamento prolongado, estas drogas podem ser tóxicas para as células do fígado, devendo ser monitorado periodicamente por um veterinário através de análises sanguíneas a fim de evitar a subdose ou overdose de medicação”, completa Murilo.

 

Para ver a reportagem completa clique aqui:

Proposta do Candidato a Vereador – Professor Jorge (25500)

agosto 23, 2016 por · Deixar uma resposta 

jorge-25500Sou Professor Jorge, candidato a vereador, Arte educador na cidade de Salto de Pirapora, venho realizando este trabalho no município desde 2010, porém conto com a experiência na área de ensino desde 2001, quando me retirei da cidade em um trabalho voluntário por dois anos.

Além da formação, esse período de quinze anos fez eu perceber a grande diversidade de personalidade nas pessoas, porém existe algo que todas elas precisam seguramente para atingirem seu potencial, primeiro saber o que, e como fazer e tão importante quanto, elas precisam de motivação para fazerem, Eu sou um exemplo vivo disso, por isso afirmo com grande convicção.

Por esse motivo me candidato a vereador, para ter alcance maior nesse grande trabalho de mudar vidas, que é o primordial para melhorar a sociedade.

Para quem conhece a mim e meu trabalho, minha vida fala por mim, para quem ainda não conhece, peço o seu voto de confiança, e desde já agradeço

Período de Eleições em Nossa Cidade! Vamos Ficar de Olho nas Propostas!

agosto 23, 2016 por · Deixar uma resposta 

A cada 4 anos, nós como cidadãos Saltopiraporenses temos a oportunidade de eleger nossos representantes na política de nosso município.

Sabemos que por esse motivo, temos que conhecer bem as propostas para que não nos arrependamos de nosso voto no futuro.

Estamos abrindo um espaço para que os candidatos de nossa cidade possam nos enviar suas propostas para que nossos leitores fiquem a par das respectivas propostas políticas.

Estaremos recebendo as propostas através do email: vitor.poli.trabalhos@gmail.com

 

Bottom