Dicas de Culinária(com Andressa)

junho 3, 2013 por  

APROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS

Cascas, sementes e talos podem ser muito ricos em vitaminas e nutrientes.

As cascas dos legumes e das frutas, as sementes e os talos, são sempre deixados de lado e vão, geralmente, para o lixo. Mas é perfeitamente possível fazer refeições inteiras, criativas e nutritivas, com essas partes. Da couve-flor, por exemplo, usamos da folha ao fruto; e, com a casca de banana, fazemos bife e doces. Só a coroa do abacaxi que não usamos. Mas a casca dá. É possível fazer cocada, doces e bolos.

Sabe a semente de abóbora ou de melancia que é jogada fora? Pode se transformar numa curiosa paçoca; já a casca de jabuticaba com água de coco vira um suco bastante nutritivo; e a folha da couve-flor, que é jogada fora por muitas cozinheiras e cozinheiros, pode servir como recheio para esfirras. É possível fazer desde patês de talos como, brigadeiro de casca de banana, sopa de casca de abóbora, canapé de banana da terra com casca, sucos de casca de abacaxi com hortelã, entre outras coisas.

Em muitos casos, os itens que descartamos possuem um valor nutricional maior do que a própria polpa. A casca da banana, por exemplo, possui três vezes mais vitamina C se comparada com a banana em si, e tem duas vezes mais potássio. Já a casca do abacaxi tem nove vezes mais fibras e duas vezes mais vitamina C do que a polpa. No caso da abóbora, a semente tem 28 vezes mais fibras que a polpa.

É importante salientar que uma mudança de cultura é necessária para que a diminuição de desperdício seja possível através da utilização destas partes ditas não convencionais. Os responsáveis pela alimentação nas casas brasileiras precisam primeiramente acreditar que estas partes são comestíveis, testá-las e incluí-las na alimentação diariamente.

 

Comentários

Deixe uma resposta...




Bottom