Faz 40 anos que o mundo conheceu o lado escuro da lua.

março 6, 2013 por  

Dark Side of the Moon_dark_sideEm de março de 1.973 foi lançado o álbum da banda inglesa Pink Floyd, “The dark side of the moon” e nesse ano de 2.013 ele completou 40 anos de lançamento.

Esse álbum tornou se unanimidade no mundo da musica e virou praticamente uma lenda ou uma Obra Prima. Não apenas pela harmonia entre poesia e melodia, mas pela renovação de conceitos musicais onde foram explorados sons, imagens e muita tecnologia e propôs discussões políticas e filosóficas. Até então conceitos não usados juntos e com tanta intensidade como fez a banda inglesa.

Abordando temas como ganância, tempo, violência, morte, loucura e medo. A escassez de tempo, a necessidade de se manter o controle, a obrigação de ganhar mais e mais dinheiro, sem a certeza que estaremos novamente seguros. Todas as angustias do mundo moderno que fragiliza a sociedade.  O lado de escuro da lua é muito mais escuro por que evitamos olhar para ele, temos medo do que podemos ver.

Esse álbum que acaba de virar um “quarentão” parece que rejuvenesce com o passar dos anos.  E mesmo depois de tanto tempo ele continua a cada dia mais atual.

Estima-se que o disco vendeu mais de 50 milhões de cópias em todo mundo, é considerado o terceiro álbum mais vendido do planeta, o disco ficou impressionantes 15 anos nos mais vendidos da Billboard, diz à lenda que na Inglaterra a cada cinco residências uma tem o disco. Entre verdades e mitos, prefiro acreditar na obra que foi realizada com muita perfeição. Quem tem ou não, deixa de ser muito importante.

Tem outra lenda que diz que o álbum é baseado no Mágico de OZ, mas isso é apenas lenda, mas pode ser abordado com mais calma numa outra oportunidade.

Abaixo vou deixar o link onde pode ser ouvido o álbum inteiro. Quem não ouviu esse álbum deve ouvir, quem já ouviu deveria ouvir novamente.

Comentários

Uma Resposta to “Faz 40 anos que o mundo conheceu o lado escuro da lua.”

  1. osivio albaran on março 6th, 2013 11:28 am

    NÃO ME ENGRAÇOU NEM UM POUCO

Deixe uma resposta...




Bottom