Opinião (por Camila Santana)

janeiro 29, 2013 por  

“Tomara que apesar dos pesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão da felicidade” Ana Jácomo.

 

Tomara… Tomara mesmo. Achei a frase interessante diante da atual realidade que vivemos. O caso “Santa Maria” tem sido divulgado diariamente, a dor, a angústia vivida por familiares, amigos, por homens e mulheres acima de tudo. São tantas outras historias em meio a esta, li numa rede social, o relato de uma jovem que foi empurrada para fora da boate pelo namorado, este infelizmente não sobreviveu, mas em um ato de amor a salvou. Comovi-me. Maior amor não há que dar a vida pelo outro. Fiquei me perguntando quantas historias ainda mais comoventes podem estar por traz daquilo que tem sido divulgado na televisão. Historias que diferentemente do objetivo informativo da imprensa podem fazer brotar em meio ao caos sentimentos de admiração, humildade, altruísmo.

Sim, nós temos abrido mão da felicidade, a cada vez que ficamos sérios quando poderíamos apenas sorrir, a cada vez que deixamos de ser cordiais por pressa ou por ignorância mesmo, a cada vez que nos despedimos de pessoas que amamos com palavras rudes, por mera implicância ou teimosia. Sempre ouvi dizer que a vida é um espelho.

Episódios tristes acontecem, infelizmente acontecem. Mas nos fazem mais humanos, nos mostram o quanto somos pequenos diante da vida, nos levam as nossas origens. Fazem-nos olhar dentro de nós mesmos e pensar o que podemos mudar, o que precisa ser mudado. Muitas pessoas passam a ser mais cautelosas depois de um acontecimento trágico, passam a se interiorizar mais e dar mais valor aos pequenos detalhes. Mas aí o tempo passa, a imprensa muda o foco e tudo cai no esquecimento. Assim caminha a humanidade.

Não abra mão da sua felicidade, é um apelo. Quando se trata daquilo que você ama, não aceite um não como resposta. Se reinvente a cada dia. Busque um motivo pra sorrir, não se deixe vencer, afinal ninguém mais é responsável pela sua felicidade, somente você… Faça valer a pena.

Comentários

Deixe uma resposta...




Bottom