Antes Tarde do que Nunca, né !?

agosto 30, 2016 por · Deixar uma resposta 

Essa semana nossa querida Salto de Pirapora têm passado por algumas reformas e reparos nas ruas dos bairros e nas avenidas principais. Afinal, estava mais do que na hora de isso acontecer, pois influencia na segurança dos pedestres e dos próprios motoristas e motociclistas, uma vez que eles têm de mudar de faixas para passar em determinados locais, entrando na contra-mão ou até mesmo, nos mais raros casos, tendo que quebrar leis de trânsito para evitar os buracos.

Para quem pega ônibus todos os dias para ir à Sorocaba no “Ponto do Escadão”, situado às margens da rodovia João Lemes dos Santos, sabe como estava difícil e perigoso para atravessar a avenida (Especialmente para quem vem dos bairros Paulistano, América, Bandeira e Cachoeira).

IMG_1975Com a Avenida duplicada, sem lombada ou qualquer motivo para os motoristas reduzirem a velocidade (A não ser sua própria consciência), muitas pessoas estavam com medo de atravessar ali, especialmente mães que levam seus filhos para a creche que fica do outro lado da Rodovia no Jardim Paulistano.

Mas hoje, exatamente no dia 30 de Agosto de 2016, nossa cidade foi munida de mais um item para a segurança dos saltopiraporenses. É com prazer que recebemos nossa tão esperada PASSARELA para os pedestres atravessarem sem ter a preocupação se dará tempo de passar antes do carro chegar. Em torno de 11 da manhã dessa Terça-Feira a Passarela foi montada e aguardamos agora apenas a liberação para que possa estar facilitando a vida dos pedestres de nossa cidade.

 

 

*Creditos da imagem e artigo: Vitor Moreira

EX INTER E CORINTHIANS MORA HOJE EM SALTO DE PIRAPORA

novembro 14, 2012 por · Deixar uma resposta 

BENÊ EX JOGADOR DO INTERNACIONAL E CORINTHIANS MORA HOJE EM SALTO DE PIRAPORA

 

  capture-20121113-191535           BENE HOJE

Benê um jogador a moda antiga, rápido, driblador, com bom toque de bola. Hoje aposentado vive no Bairro Portal. 

capture-20121113-200349

Benê, o Benedito Carlos de Souza, jogou no time do Corinthians de 1963 a 1971. Um fato que marcou sua carreira no time Paulista foi o gol que empatou a partida contra o São Paulo em 1 a 1, no último minuto de jogo, no dia 17 de dezembro de 1967,resultado que tirou o título do Tricolor. Santos e São Paulo tiveram que realizar um jogo extra. O Santos venceu e levantou a taça.

Pelo Timão, Benê atuou em 161 jogos (83 vitórias, 42 empates, 36 derrotas) e marcou 50 gols (fonte: Almanaque do Corinthians – Celso Dario Unzelte). Além do Corinthians, Benê, que nasceu em São Paulo no dia 25 de maio de 1946, também defendeu o espetacular Internacional onde foi campeão gaúcho em 1971. Também é o autor do primeiro gol do time de Porto Alegre em Campeonatos Brasileiros.jogou ainda no XV de Piracicaba, Portuguesa e várias equipes do interior paulista.

 

BENE INTER

Fontes revista Placar e http://terceirotempo.bol.uol.com.br

Aos Olhos de Um Estrangeiro – A Violência

novembro 13, 2012 por · Deixar uma resposta 

Professor HansInfelizmente, não passa um dia, um jornal na televisão, ou um jornal ou revista, sem novidades sobre ataques de policia pelos bandidos, seqüestros, e guerra entre policia e traficantes. Isso parece um problema sem solução. E claro, há criminalidade e violência em todos os países. Mas Brasil está no topo dos países mais violentos e criminosos.

Na minha opinião existem algumas causas por isso; entre demais:

1. Injustiça social. Enormes diferenças de propriedade e renda entre pobres e ricos. Compare o salário mínimo com os salários e demais ganhos dos deputados, senadores e outros políticas.

Também há grandes diferenças de poder: políticas, policiais, militares, funcionários públicos, são protegidos demais pela lei e o povo simples não pode reclamar, protestar ou falar mais alto para eles, têm que ficar calado. O prefeito de São Paulo deu um mal exemplo. Em alguns países do primeiro mundo este comportamento causaria demissão do prefeito.

2. Corrupção. Não só a corrupção grande, que também está todos os dias presente na televisão e nos jornais. Mas a corrupção pequena, o “jeitinho brasileiro”. Políticas que cobram favores ao povo. Policiais que ajudam traficantes. Todos os dias na televisão. Essas coisas causam revolta no povo e algumas pessoas na beira da comunidade se justificam com estes fatos para roubar, seqüestrar, e até atacar e matar políticas e policiais.

3. Sistema jurídico e penitenciário.  O sistema de fiscalizar, julgar, multar, castigar, e reabilitar, precisa muito melhorar. Um julgamento 2 ou 3 anos depois o crime, já perdeu totalmente o efeito educacional; o castigo se torna somente inconveniente e causa revolta.

Violência - Salto de PiraporaTambém a proteção que a lei provê para menores. Se  “menores” cometem crimes como adultos (e as vezes pior), eles têm que ser julgados e punidos como adultos. Seqüestrar e matar crianças, por exemplo, punir com máximo 3 anos porque o criminoso tem um pouquinho menos de 18 anos parece muito injustiça e causa insatisfação e revolta no meio do população.

E então nas cadeias. As cadeias são uma criação de criminosos. Ninguém volta melhor de cadeia do que ele entrou lá. Em um lado as vantagens para pessoas com educação escolar de terceiro grau. No outro lado a superlotação das cadeias para o povo sem terceiro grau. Eu achei que a lei (e as conseqüências) seria igual para todos as pessoas, cidadões ou bandidos, independente sua educação escolar. Para evitar esta desigualdade e as situações desumanas nas cadeias pode ser implementado ou estendido o sistema de penitências alternativas: trabalho para a comunidade, sociedade ou humanidade em lugar de castigo na cadeia. Mas bem controlado e fiscalizado, sem privilégios ou pequena corrupção. Cárcere é na casa e não na rua ou no bar; e se não: volta para a cadeia.

Com muito mais penitências alternativas a justiça precisa de menos cadeias e as condições dentro das cadeias podem melhorar. Com certeza com melhores resultados e mais criminosos que se reabilitam e se tornam bons cidadãos.

4. Proteção familiar. Os laços da família são muito fortes no Brasil. Ultimamente a televisão mostrou alguns casos sobre pais que denunciaram um filho ou ajudaram a justiça para prender o filho que cometeu um crime. E a comunidade é a vitima com mais criminosos e prejuízo para pessoas inocentes e para a moralidade em geral.

Hans van Denderen,

professor particular de Inglês, Holandês e Alemão.

e-mail: hansbrasil@globo.com

http://professorhans.com.br

GÁS CONTINUA FALTANDO E O PREÇO PODE SUBIR AINDA MAIS

novembro 10, 2012 por · Deixar uma resposta 

Falta de Gás em Salto de PiraporaEm Salto de Pirapora o preço do gás já chega a R$ 45,00, e a previsão é que suba mais um pouco nos próximos dias. Enquanto a greve dos distribuidores de gás de São Paulo não chega ao fim, a população é quem vem pagando pela paralisação. Os TRT de São Paulo e Campinas determinaram funcionamento mínimo de 30% da produção na região metropolitana e 40% nos municípios do interior.

Espera-se que na semana que vem tudo seja resolvido com o julgamento do dissídio. Lembrando que a decisão pode ser adiada, afinal temos o feriado do dia 15 de novembro.

Aos Olhos de Um Estrangeiro – Carnaval

novembro 9, 2012 por · Deixar uma resposta 

Professor HansCarnaval

É impossível não escrever sobre o carnaval. Nessa época do ano o Brasil é carnaval em todos os cantos. Televisão, radio, jornais, revistas, todos expressam o espírito e as manifestações do carnaval. Carnaval realmente é um evento que se manifesta de muitas formas diferentes. Os grandes e impressionantes desfiles de Rio de Janeiro e São Paulo são conhecidos no mundo inteiro. Mas as outras manifestações, por exemplo em Salvador, Recife, etc, são igualmente interessantes, engraçadas e divertidas. Ou talvez até mais, porque parece que o envolvimento da população é maior e mais intenso; parece mais uma festa do povo todo.

Todo isso é muito impressionante para um estrangeiro. A música, alegria, os costumes e as fantasias extravagantes, até as ‘quase-peladas’. As apresentações e o desempenho das sambistas são incríveis. E as baterias, meu Deus, que música, samba e frevo maravilhosa.

 

Hans van Denderen,

professor particular de Inglês, Holandês e Alemão.

e-mail: hansbrasil@globo.com

http://professorhans.com.br

 

VOTO CONSCIENTE REALMENTE EXISTE?

julho 20, 2012 por · Deixar uma resposta 

por Hildomir Alves Ferreira

Um princípio fundamental do Direito Eleitoral brasileiro é sem duvida alguma do sufrágio universal que prega a igualdade do voto, como reflexo do ideal republicano. “A soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com valor igual para todos”. Com essa redação a Constituição federal deixa muito claro a importância do voto para toda a sociedade, fica nítido também a não discriminação dos eleitores, porque cada voto terá o mesmo peso numa eleição.

O grande problema não é o valor de cada voto e sim a o pensamento que levou a esse voto. Muito se ouve falar em voto consciente, muitos dizem que o eleitor deve pensar muito e escolher o melhor candidato. Realmente o exercício de pensar em uma pessoa para representar o cidadão e cuidar do patrimônio público é de suma importância. Mas como definir se esse voto é mesmo consciente? A maioria da população não entende para que realmente está elegendo  um candidato.Na ultima eleição para deputado no estado de São Paulo o candidato Tiririca brincava perguntando se os eleitores sabiam o que fazia um Deputado Federal, e continuava dizendo eu também não sei vote em mim que eu conto depois. Uma brincadeira que representa uma verdade incontestável. Por vários motivos a população não tem a menor noção das funções de cada representante eleito. E não é só a população muitos candidatos não têm a menor noção do que irão fazer se eleitos. Em salto de Pirapora não é difícil encontrar candidatos a vereador, e se perguntarmos o que pretendem fazer depois de eleitos ouviremos disparates dos mais variados, já ouvi de um candidato que se eleito iria implantar na nossa cidade pena de morte para crimes hediondos, já ouvi coisas menos tenebrosas de outros postulantes ao legislativo municipal, mas que também não faz parte da função do edill.

Não é difícil ouvir pessoas dizendo aos amigos “ta vendo você votou naquele vereador a culpa e sua, se não fosse por você ele não estaria lá”, não sabendo a pessoa que fez esse comentário que talvez tenha indiretamente votado naquele vereador. Isso porque não entende como funciona o sistema de voto proporcional, que é adotado para as eleições das Casas Legislativas no Brasil, Câmara de Deputados, Assembléias Legislativas e Câmara de Vereadores. No sistema proporcional, o partido ou coligação precisa atingir um número de votos para poder eleger um candidato. Existem casos que o candidato consegue sozinho esse o número exigido de votos, existe alguns casos no sistema proporcional candidatos terem uma votação tão expressiva fazendo quociente para eleger mais candidatos de seu partido ou coligação que obtiveram poucos votos. Assim fica claro porque muitas vezes candidatos que foram pouco votados se elegem e alguns que tiveram uma votação muito expressiva não conseguem seu objetivo. Resumindo no sistema proporcional os candidatos concorrem, apuram-se quantos votos cada partido teve, e são atribuídas cadeiras a esses partidos, proporcionalmente ao número de votos. Caso o chamado quociente eleitoral seja, por exemplo, de 2.000 (dois mil) votos, e o partido obteve 7.999 votos terá direito a três cadeiras. O grande problema no sistema proporcional e ao fato de um candidato pouco votado ser eleito beneficiando-se da votação geral do partido ou coligação, enquanto um candidato que por pouco não obteve sozinho o quociente fica de fora, Pois está em um partido ou legenda que não conseguiu obter votos para lhe ajudar a se eleger. Portanto quando alguém diz que não elegeu determinado candidato é bom pensar um pouco, pois para vereador o voto do seu candidato poderá beneficiar sim aquele que você não gostaria que fosse eleito. Ainda pensando em eleição em Salto de Pirapora só que agora para prefeito não temos grandes problemas no sistema de votação que é o majoritário, não temos segundo turno então e muito simples o candidato que obtiver a maioria dos votos será o novo prefeito.

A grande maioria das pessoas como já mencionado não têm a menor noção das funções do prefeito e vereador e ai mora o perigo, pois, acreditam em muitos absurdos pregados durante a campanha eleitoral. O fato de a maioria dos candidatos também não saberem e outro grande problema. O cidadão deveria ter consciência desde como o partido escolhe seus candidatos passando por como funciona a campanha eleitoral seus acordos políticos. E sem duvida alguma saber as prerrogativas de cada função publica, para ai sim diminuir os riscos de eleger um candidato que não estar bem intencionado.

Não é difícil concluir pelo pouco aqui mostrado que primeiro o voto no sistema proporcional não tem o mesmo valor, a maioria das pessoas não entendem o processo eleitoral e não sabem sobre as funções dos eleitos. Assim fica difícil dizer para alguém não vender seu voto ou ainda tente saber do passado do candidato. Para se falar em voto consciente seria necessário uma boa dose de informação, existem muitas outras coisas para se falar, mas seria muito bom se as pessoas de fato procurassem se informar para que não fosse necessário alguém dizendo o que é certo ou errado como funciona isso ou aquilo. É fácil dizer que poucas pessoas votam conscientes porque não são muitos que buscaram conhecer como realmente funciona a política na pratica, de fato as teorias políticas são de muito proveito, mas infelizmente ficam só no campo das idéias.

Bottom